Grafiteiros embelezam bairro de Mata Escura

Um show de cores e estilos variados

O Mutirão de Grafite realizado no último sábado (14) no bairro de Mata Escura, na gíria atual “bombou”. Foi uma grande sacada dos grafiteiros que estudam no Colégio Estadual Márcia Méccia, convidar a diretora e professora de Língua Portuguesa, Laura Rodrigues, para participar do evento.

Segundo Laura, a idéia dos alunos teve o seu apoio de imediato. Além de permitir a pintura de toda a parte externa do muro do Colégio, disponibilizou tinta latex e garantiu o almoço (feijoada) para o grupo. “Pelo fato de ser a primeira vez que acontece no bairro uma intervenção com tantos grafiteiros experientes, essa atividade vai fortalecer o trabalho que venho desenvolvendo junto aos alunos e jovens da comunidade na conscientização para preservação do patrimônio público e privado” salientou.

Galera nova

Grupos de jovens e crianças foram presenças marcantes durante a pintura. Eles acompanharam passo a passo cada movimento dos artistas, observando as evoluções dos traços, os esboços dos personagens, letras, styles, bombs e animais ganhando formas com cores vistosas, modificando o cenário do local. O mutirão serviu também de estímulo para a galera mais nova. Os jovens artistas tiveram a oportunidade de dialogar com grafiteiros mais antigos, trocar informações, aprender novas técnicas, adquirir mais experiências, visando a melhoria e qualidade técnica dos seus trabalhos.

Sob o comando do Dj Cidadão Comum, os ritmos mixados de rap e black music, além do CD doado com músicas gravadas pelo MCFabão do grupo Suspeito 1.2, criaram um clima de descontração, agitando a rapaziada e o público ligado nas performances dos artistas Taizo, Turno, Kura, Tib (GRC), Ricardo, Prisk, Prusik, Sins, Bigod, Deng, Fazi, Dioni, Kleber84, Tairon, Foca, Clcli, Sek, Baga, Vidal, Snob85, Tiko, entre outros.

Texto e foto: JFParanaguá.

Graffiti Writers Beautify the Mata Escura District

A graffiti happening (in the local slang, a “bombou,” or a bombing) took place last Saturday (14) in the Mata Escura district.  There was a big group of grafiteiros who study at the Colégio Estadual Márcia Méccia, and they invited the director and professor of Portuguese language Laura Rodrigues, to participate at the event.

According to Laura, the students’ idea had her support from the start.  In order to permit the painting of the entire external part of the school walls, she provided latex paint and assured a lunch (feijoada) for the group. “For the fact that it is the first time that so many experienced graffiti artists come to work in the district, this activitiy reinforces the work that I have developed with the students and the youths of the community, to preserve public and private property,” she pointed out.

A New Crowd

Groups of children and youths were distinctive presences during the painting.  They followed every movement of the artists, observing step by step the evolution of every stroke, the sketches of figures, words, styles, bombs and animals, as they took form with bright colors, modifying the scenery of the neighborhood.  The happening also served as a stimulus for making new acquaintances.  The young artists had the opportunity to converse with the older writers, gather information, learn new techniques and acquire more experience, all aiming to improve the technical quality of their work.

Under the command of the DJ Cidadão Comum, the mixed rhythms of rap and black music, along with the donated CD of music recorded by MCFabão from the group Suspeito 1.2, created a casual atmosphere that excited the kids and the general public, as they watched the performances of the artists Taizo, Turno, Kura, Tib (GRC), Ricardo, Prisk, Prusik, Sins, Bigod, Deng, Fazi, Dioni, Kleber84, Tairon, Foca, Clcli, Sek, Baga, Vidal, Snob85, Tiko, among others.

Text and photos: JFParanaguá

Translation: Roy Zimmerman

4 comments for “Grafiteiros embelezam bairro de Mata Escura

  1. 22 de setembro de 2013 at 09:55

    Eu faço para te de um movimento chamado sarau. e sou um dos direitos do sarau da mata e estou com saudade de novos eventos com esse em nossa comunidade.
    Mata Escura o melhor bairro de se viver.

    • 22 de setembro de 2013 at 20:04

      Clóvis, agradeço-lhe pelo acesso ao blog. Uma pena que não tenha acontecido outros eventos de grafite. Méritos para diretora e professora de Língua Portuguesa da unidade de ensino, Laura Rodrigues, além dos grafiteiros Turno, Taizo e Kura, dentre outros, que contribuíram para o sucesso do evento. Promova uma interação com os grafiteiros pra movimentar o bairro. Que tal a sugestão?
      Abraço.

  2. Priscila deLacerda
    23 de abril de 2009 at 15:34

    Gostaria da contribuição de vcs para alegrar uma instituição que etende crianças carentes,temos uma area ue gostariamos de transformar em area de recreação para as crianças,falta cor nas paredes e criatividade para transformar em um ambiente harmonioso.
    Sou a coordenadora da instituição,que se localiza no bairro da Santa Cecilia.

  3. Laura
    5 de março de 2009 at 17:34

    Nossa! Estamos felizes pelo sucesso do evento. Ressalto que toda a comunidade parabeniza os grafiteiros. Um evento como esse deve ficar marcado para sempre.
    É importante salientar que durante a Jornada Pedagógica e na primeira semana de aula apresentamos para alunos e professores, através de fotos, a realização do evento. Foi um sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


sete × = 21